Um evento para falarmos sobre comida e construção de identidade



Debate

Gastrodiplomacia. Arma de “soft power”. Gastronacionalismo. A comida não serve apenas para nos alimentar. É também um símbolo de uma identidade nacional (ou local) e usada muitas vezes como arma política. É, por isso, uma forma de poder e de resistência. E num momento em que a Ucrânia está a ser barbaramente agredida pela Rússia, vale a pena lembrar que um património gastronómico pode ser também destruído – ou salvo – durante um conflito.

De tudo isto – e mais – iremos falar no debate “Comida e Construção de Identidade”. Convidámos o académico e ex-chef britânico Ronald Ranta, professor da Kingston University de Londres e autor de vários livros, incluindo Food, National identity and Nationalism: From the Everyday to the Global. Vai juntar-se à conversa a jornalista do Público Alexandra Prado Coelho, que há vários anos escreve sobre alimentação, e que irá falar-nos de como a alta cozinha demorou a reflectir a riqueza da diversidade cultural de alguns países. Também é útil olharmos para o nosso passado colonial – porque sabemos tão pouco sobre a cozinha dos territórios que Portugal colonizou? e como a colonização alterou essa cozinha? – e para isso temos ainda a sorte de contar com “taberneiro” com olhar de antropólogo, André Magalhães. A moderação será feita pela Francisca Gorjão Henriques, jornalista e presidente da Associação Pão a Pão.


Mercado Pão a Pão

Da Ucrânia à Líbia, da Palestina à Eritreia, do Afeganistão à Serra Leoa: o mundo vai estar nas bancas do mercado. Os alunos do Mezze Escola, onde convivem oito nacionalidades diferentes, vão juntar-se à pasteleira ucraniana recém chegada a Portugal Olena Yemelianovska, ao Mezze e ao Zaytouna, e mostrar como a sua identidade se reflecte naquilo que cozinham.



Aula de ilustração

Queremos registar tudo através de um olhar demorado sobre o que nos rodeia e por isso o João Catarino vai dar uma aula de ilustração. O tempo do desenho permite criar uma relação com a pessoa que está à nossa frente. Ou seja, estabelecer uma relação. Com sorte, chegar à sua verdadeira identidade.


Entrada gratuita com lotação limitada


Debate: das 18h00 às 19h30

Mercado Pão a Pão: das 17h00 às 20h00

Aula de ilustração: das 17h00 às 19h30 (10€)


Uma iniciativa da Associação Pão a Pão em co-produção com a Treebud


Apoios: Makro, EHTL (Turismo de Portugal), Junta de Freguesia de Arroios, Vicentino, Vadio, três agá, Spot, Mezze